quarta-feira, maio 05, 2010

A moda agora é ser colorido


Depois dos "emos" e seu monocromático preto, o que está em alta agora é ser colorido! E não é só ousar em uma única peça. O que a galera está fazendo é misturar cores fortes em quase todo o visual. Para esse pessoal, a mistura é sinônimo de muito estilo

Calças, camisetas acessórios e maquiagem, cada um de uma cor diferente, mas que combinem entre si. Difícil? É mesmo. Mas não para essa geração colorida.

Música sempre foi uma das maiores influências da moda e dessa vez não p
arece ser diferente. O crédito da chegada desse estilo colorido vai para bandas atuais, como as internacionais Cobra Starship, All Time Low, Forever the sickest kids, MGMT.

Gabriela Tosolini, 15 anos, diz que também se inspira em cantoras como Katy Perry, Lilly Allen e a vocalista do The Ting Tings, Katie White. "Gosto bastante do jeito que elas se vestem, acho elas muuuuito estilosas", afirma. Assim como Gabi, o estudante Julio Kaczam, 15 anos, também considera as bandas que curte suas influências diretas na hora de se vestir. Ele afirma que os grupos que ouve sempre usam roupas diferentes e coloridas. "Andando pelas ruas, por exemplo, podemos identificar qual tipo de música a pessoa curte só de ver como ela se veste", observa.

Estilosos

Na contramão, Cristiana Sampaio, 15 anos, diz que as bandas que gosta não a influenciam, e sim a troca de informações com as amigas. Fã de Bring me the horizon, Escape the fate, A skylit drive e Cine, ela se define como alternativa. Além disso, diz que costuma tentar se parecer com uma boneca quando se veste.

Seu grande diferencial está no cabelo, pintado de rosa há dois anos. "Minha irmã que cuida do meu cabelo, tanto o corte como a cor. Nesse tempo também comecei a comprar roupas mais coloridas e
a usá-las durante toda a semana. É como eu me sinto bem".

Já Gabriela aderiu à moda colorida no final de 2008, quando comprou uma calça roxa e
não parou mais de investir em peças diferentes. Ela diz que, apesar de ter alguns amigos que também usam roupas bem coloridas, se destaca entre eles. "Nenhum têm calças meio ´malucas´ tipo as minhas", diverte-se.

A estudante admite que não é fácil encontrar peças nesse estilo em Fortaleza, por isso costuma comprar roupas na internet ou quando viaja. "Voltei de uma viagem internacional há pouco tempo e a grande maioria das minhas roupas eu comprei lá. Aqui em Fortaleza é difícil achar peças mais descoladas por um preço legal. As que eu ac
ho, na maioria, são muito caras". Consciente, Gabi afirma que não tem coragem de gastar muito dinheiro em uma única peça, pois gosta de variar na hora de se vestir e prefere não repetir roupa. "Se você procurar bastante e tiver paciência, consegue achar umas coisas mais em conta", dá a dica.

J
ulio não sabe especificar uma data de quando começou a investir em roupas coloridas. Ele diz que sempre gostou de chamar atenção, de ser diferente da maioria. "Minha primeira peça colorida foi uma blusa azul com alguns desenhos. A partir daí, passei a comprar minhas próprias roupas, pois eu podia ver qual o estilo que se adequava ao meu", relembra.

Ele fala que seu grupo de amigos também tem um estilo parecido com o seu e que costumam pedir opinião entre si na hora de escolher uma roupa. Além disso, Julio conta com a ajuda da namora
da. "Ela gosta do meu estilo e também curte roupas coloridas. Isso ajuda na hora que a gente vai sair, pois ela me dá opinião dela e eu dou a minha sobre a roupa que ela estiver usando".

Democrático

O grande barato dessa moda é a democratização geral das cores. Julio diz que dentro desse estilo não existe restrição de cor para o vestuário masculino. "Não existe preconceito com cores pra quem gosta dessa moda, o mais divertido mesmo é inovar".

Mesmo no colégio, onde a farda é obrigatória e, portanto, um ambiente bem menos democrático, esse pessoal consegue dar um jeitinho de alegrar o visual.

Cristiana diz que na sua escola todos adoraram a mudança no seu cabelo e que investe em acessórios na hora de ir a aula. "Uso lenços, cordões e pulseiras colorid
as. Também uso piercings. Quanto mais piercings melhor. Se eu fosse mais corajosa, seria uma peneira de tão furada", brinca.

Julio investe em outros tipos de acessórios para compor com o uniforme. "No colégio, a gente pode se diferenciar dos outros com o estilo mais colorido. Ajuda muito quando você usa um tênis e uma bolsa diferentes", aconselha.

Para algumas meninas, é preciso um pouco mais de dedicação e tempo na hora de se produzir. Para ir além dos acessórios, Gabi investe na maquiagem. "Não tem como colorir muito um uniforme com camisa branca, calça azul e tênis preto e, como na maioria das vezes eu acordo atrasada, não tenho tempo de fazer muita coisa. Mas sempre que dá, tento usar uma maquiagem bem colorida", comenta.

Mas não é só para deixar o uniforme menos sem graça que essa galera usa os acessórios. A moda colorida não se limita só às calças e camisetas. Vale misturar
tudo mesmo! Julio gosta de óculos, cordões e bonés. "Gosto dos de aba reta e, de preferência, coloridos também", afirma. Já Gabi é louca por bolsas e óculos escuros "Acho que tenho mais bolsas e óculos do que roupa. Acredito que eles fazem toda a diferença na produção".

Mesmo quando não quer sair com uma roupa muito colorida, ela abusa dos acessórios. "Se você colocar uma bolsa bem colorida, bem grande e um óculos fashion, você já fica pronta", ensina.

Eles se destacam

Chamar a atenção é inevitável. Mas isso não os assusta. Na verdade, esse é um dos atrativos do estilo. Inclusive na hora da paquera. Julio diz que as meninas curtem muito os caras coloridos. "A meninas adoram os integrantes da banda Cine, que usam roupas coloridas", explica. Ele aproveita a onda e usa as roupas como artifício para se destacar. "Quanto mais chamativa, melhor", exalta.


Já Gabi sofre um pouco com os comentários dos meninos. "Me zoam de Paramore e backing vocal do Cine por causa das minhas calças". Mas ela diz que não liga. "Alguns me zoam, alguns gostam, depende do menino, né? Mas eu acho que me destaco sim, não tem como não prestar atenção numa menina de calça de zebra rosa e azul", diverte-se.

Cris é mais radical. "Quando me criticam, eu critico em dobro", enfatiza.

A verdade é que essa moda colorida demonstra que a galera quer mesmo é se divertir. Gabi conclui: "Acho que me vestir assim expressa bom humor e descontração. Não consigo pensar em uma pessoa com o estilo bem colorido como alguém chato, entediante".

Além disso, as bandas internacionais Blink 182, Forever the Sickest
Kids e Cobra Starship também fazem parte das influências no estilo dos garotos.

Dizem ainda que ninguém manda no figurino deles e que vestem o que têm vontade. Isso é que é estilo e atitude!

Um comentário:

  1. eu amo calças colors, tênis da nike SB, blusas bem desenhadas e rayban.
    só usa umas coisas assim quem tem atitude !!!!

    ResponderExcluir