terça-feira, agosto 23, 2011

Rock Zone: Sobre a Amy Winehouse Foundation e exame toxicológico

Logo após a morte de Amy Winehouse, seu pai anunciou que criaria na casa da filha a “Amy Winehouse Foundation”, para ajudar o processo de reabilitação de viciados. A boa notícia é que a fundação já recebeu muitas doações (inclusive parte da renda das vendas de suas coleções para a Fred Perry). A má notícia é que todos os cheques tiveram que ser devolvidos. Isso porque um rapaz bem desocupado chamado Martin McCann comprou os domínios amywinehousefoundation.com, amywinehousefoundation.org e amywinehousefoundation.co.uk., e Mitch não pode abrir uma conta no nome da fundação em nome de sua filha. Procurado pelo The Sun, McCann foi bem categórico: “Não estou explorando nada ainda. Apenas comprei alguns domínios, qualquer um pode fazer isso e não sinto a menor vergonha. Desprenda-se de emoções e pense em negócios”, disse McCann, completando na maior cara de pau: “Ela não é a única Amy Winehouse no mundo.” Mitch Winehouse, pai de Amy, não ficou calado frente ao acontecido e xingou McCann de idiota por twitter. A resposta que ouviu? “Eu não sou idiota. O idiota é o que ficou sem o nome em sua possessão.”

ARTS-BRITS/

Também saiu hoje o resultado do exame toxicológico da cantora. E a surpresa é que não foi encontrada nenhuma droga ilícita em seu corpo. O pai de Amy, na época da morte de sua filha, declarou que a cantora havia conseguido se livrar de seus vícios, afirmando que ela tinha acabado de completar três semanas de abstinência. Segundo um comunicado da família, foi encontrado álcool, mas não se sabe ainda se essa foi a causa de sua morte. O resultado final do inquérito só sairá em outubro.

Beijos, Luma.

(fonte: JuliaPetit)

Nenhum comentário:

Postar um comentário